Manjerico

 

 

Manjerico

Nomes populares:   manjericão, basílico, manjerico, manjericão  de folha-larga, alfavaca, alafavaca- cheirosa, alfava-d ´américa, alfavaca- doce, basilico-grande, erva –real, mangericão-anão,mangericão-branco, manjericão-de-folha-larga,manjericão-doce,manjericão-dos-conzinheiros, remédio-de-vaqueiro,  seguerelha, basilienkraut ( Alemão),albahaca ( Espanha), basilic ( Francês), sweet basil ( Inglês), basilico ( Italiano)

Nome científico:    O cimum basilicum

Família: Lamiaceae

História:

O Manjerico é a planta mais popular das festas de S. João, no Porto e de S. António em Lisboa. Os indianos consideram o manjerico uma erva aromática sagrada. Na Roma antiga era considerada uma erva dos namorados. Mantendo a tradição romana, os italianos do sul, ofereciam um vaso com manjericão a uma rapariga que significa  pedi-la em casamento. As folhas do manjerico têm uma simbologia diferente: Na Itália, simboliza amor e na Grécia simboliza luto. Há 4 mil anos, os hindus, percussores na cultura do manjericão, a exportaram para o Egipto. No século passado,o manjericão era usado pelos sapateiros para atenuar o cheiro do couro. Os antigos usavam no em culinária para o melhor paladar à comida. O manjericão teve origem dos países temperados do mediterrâneo

Aplicações:

Funciona como tónico estimulante e anti-espasmódico. Era também usada nas digestões retardadas, indisposições digestivas, vómitos. Para isso basta juntar 30 g com 1l de água e tomar 3 chávenas por dia . Usa-se a planta toda para este fim, de infusão ou levemente fervida.  Também serve para o tratamento de Aftas, bronquite, tratamentos capilares, cãibras, espasmos, febre, feridas, furúnculos, dores de garganta, gases, gripe, problemas de pele, mau hálito, picadas de insectos, reumatismo, rins, tosses, azia, dores de cabeça em consequência de alimentação pesada ou inadequada. Facilita o funcionamento dos intestinos, é diurético. Ajuda, junto com a Malva e a salva nas infecções de boca.

Partes Utilizadas:

Folhas

Propriedades medicinais:

anti – espasmódico, analgésica, antiemética, anti-fébril, anti-séptico, Aperiente, aromática, aromatizante, calmante, carminativa, digestivo,  dispepsia  nervosa , diurética, emenagoga, estimulante digestivo, estimulante estomacal, expectorante, excitante, galactógena, hidratante, relaxante, revigorante, sedativo, sudorífera, tónica

Referência:

SALGUERIO, José  – Ervas,Usos e Saberes : Plantas Medicinais no Alentejo e outros  Produtos Naturais. 1ªedição,Lisboa:Marca,2004.

Retirado de:

http://www.loja.jardicentro.pt/product_info.php?products_id=171

http://www.plantamed.com.br/

Anúncios

« Older entries