Morangueiro

 

 

Morangueiro

Nomes populares: moranga, morangueiro, morangueiro-bravo, frágária, frutilha( RS), fragola comune ( Italiano) , fraise ( Francês), fresa ( Espanhol),strawberry ( Inglês), wald-erdbeere ( Alemão)

Nome científico: Fragaria vesca L.

Família: Rosaceae

História:

Em 1400 horticultores franceses, ingleses, alemães e italiano começaram a cultivar o morango, melhorando a sua qualidades e o seu tamanho sem retirar as suas características naturais. Após à descoberta da América , o morango ganhou prestígio entre agricultores e consumidores , passando a frequentar os mais requintados cardápios e livros de receita. No século passado, o morango ganhou interesse comercial. Os pioneiros da pesquisa fizeram inúmeras experiências com o cultivo do fruto e obtiveram variedades muito interessantes. Não existem registos sobre quando foi iniciado o cultivo do morango no Brasil. Os paulistas, mineiros, cartaginenses e gaúchos são os principais produtores. No Rio Grande do Sul, o Vale do Rio Caí é o principal produtor de morangos de mesa e a região de Pelotas o produtor industrial do morango. É rico em vitamina A, B1, B5,C e K.

Aplicações:

Infecções nas vias urinárias, anemia, azia, cálculos renais, catarros intestinais e gástricos, chagas, diarreias, doenças dos intestinos, dores dentes, febre, feridas, fígado, gota, inflamações na boca e garganta, inflamação nos rins e bexiga, mau hálito, nervos, queimaduras, retenção de urina, reumatismo, úlcera. Os frutos são remineralizantes e refrescantes. As raízes e as folhas, são diuréticas e adstringentes. No entanto as folhas são mais utilizadas pelos povos, no tratamento de certas doenças que o afligem sobretudo as vias urinárias e diarreias. Tudo isto feito em chá, misturado com outras plantas, segundo a doença a tratar. Para as vias urinárias, acrescenta-se linhaça, cavalinha, malvas e barbas de milho. Beber 3 chávenas por dia, fora das refeições. A raiz tem a mesma aplicação. Para uso interno usar em gargarejos para o tratamento de anginas e dor de dentes. Para usos externos, utiliza-se a água onde as folhas ferveram, em lavagens nas doenças: acne, feridas, gretas, e todas as doenças de pele. Os frutos servem como alimento e também para o tratamento de várias doenças, combatem o colesterol elevado, reumatismo e a tensão arterial alta. Para estômagos fracos, basta fazer a cura morangosa, isto é, ao levantar junta-se 3 ou 6 morangos com leite frio ou ainda, com sumo de limão ou laranja e adiciona-se açúcar mascavado ou mel. Fazer o mesmo no almoço e jantar. Esta cura serve para purificar o sangue e pode durar vários dias ou só um ou dois, por semana.

Partes Utilizadas:

Folhas, frutos, raízes

Propriedades medicinais:

Adstringente, amaciante, analgésica, antianêmica, anti-inflamatória, anti-manchas, aperiente, calmante, cicatrizante, despigmentar, digestiva, diurética, emoliente, fortificante, hidratante, mineralizantes, nutritiva, rubefaciante, vermífugo

Referência:

SALGUERIO, José  – Ervas,Usos e Saberes : Plantas Medicinais no Alentejo e outros  Produtos Naturais. 1ªedição,Lisboa:Marca,2004.

Retirado de:

http://www.moranguinhos.com.br/news_detalhes.php?id=5

http://pt.wikipedia.org/wiki/Morangueiro

http://www.cantoverde.org/150plantas/organizacao.htm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: