Mamona

Mamona

Nomes populares:  mamoneira, palma –christi, rícino ( Brasil),   rícino, bafureira , carrapateiro ( Portugal), rícino, higuerrillo (Espanha), ricin ( Francês), castor bean ( Inglês

Nome científico: Ricinus communis L

Família: Euforibáceas

História:

Não se sabe ao certo qual a sua origem. Fontes afirmam que seja originária da Ásia e África por  houver nos dois continentes inúmeras variedades desta planta. Pesquisadores afirmam que tenha origem da África (Etiópia). A propagação e adaptação dos diferentes condições climáticas proporcionou-lhe ser facilmente encontrada ou cultivada nas várias regiões do mundo: Norte dos Estados Unidos da América e Escócia. No período da colonização foi introduzida no Brasil através dos portugueses usavam o óleo deste fruto para a iluminação e lubrificação dos eixos das carroças. Na antiguidade os antigos egípcios apreciavam-na como planta milagrosa. Na índia foi utilizada para vários fins.

Aplicações:

Combate vermes intestinais, eczemas, herpes, erupções, feridas, queimadura , calvice

Partes Utilizadas:

Oléo  das sementes e flores 

Propriedades medicinais:

Vermífugo, purgante ( uso interno), emoliente e cicatrizante (uso externo) 

Retirado de:

http://www.biodieselbr.com/plantas/mamona/historia-mamona.htm

http://www.cantoverde.org/150plantas/organizacao.htm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: