Loureiro

 

Loureiro

Nomes populares: loureiro, loureiro-de-presunto, loureiro de apolo, loureiro-dos-poetas ( Brasil),loureiro-comum,loureiro-de-apoio,sempre-verde ( Portugal),laurel, laurel común, laurel de condimento ( Espanha), laurier ( França), laurel ( Inglês)

Nome cientifico: laurus nobilis L.

Família: Lauraceae

História:

 O loureiro é originário do médio oriente. Mede entre 5 e 10 m, mas pode atingir até 20 m de altura. As folhas são vistosas, coriáceas e com odor muito característico. São muito utilizadas na culinária. O fruto é do tipo de baga e quando maduro tem cor negra. A madeira desta árvore é de excelente qualidade , muito utilizada pelos camponeses, como varapau. Na Grécia as coroas eram confeccionadas com ramos de louro que simbolizavam a vitória dos atletas e heróis nacionais. Esse costume foi herdado na Roma na época dos Césares. O termo laureado devida do género Laurus. O chá das folhas do Louro cura problemas de digestão. Deve se ter atenção para não confundir com loureiro-rosa, que serve apenas para ornamentação, porque as suas folhas e bagas são tóxicas o que podem causar morte a um adulto devido aos problemas cardíacos que pode provocar. Nos arquipélagos existem duas espécies semelhantes: Açores (L. azorica), Madeira e Canárias (L. novocanariensis). Na ilha da Madeira o óleo da baga do loureiro endémico tem propriedades anti-inflamatórias.

Aplicações:

Na culinária é utilizada como condimento. Na medicina aplica-se nas seguintes doenças:digestão , menstruação, falta de sono, gripe e bronquite. Tudo isto em chá: juntar folhas de loureiro, para 1l de água, levantar fervura e deixar de infusão durante 10 minutos. Tomar 3 vezes ao dia, fora das refeições. Uso externo: coloca-se as bagas pisadas nas zonas doridas e , a seguir friccionam-se locais e abafa-se ou ainda, 2dl de álcool, a mesma quantidade  de bagas pisadas, massajar e esfregar , durante 10 dias, as articulações doridas ou outras zonas atingidas pelo reumatismo e gota.

Partes Utilizadas:

Folhas , bagas e ramos

Propriedades medicinais:

desobstruente,digestivo,estimulante,expectorante,excitante, hepático

Referência:

SALGUERIO, José  – Ervas,Usos e Saberes : Plantas Medicinais no Alentejo e outros  Produtos Naturais. 1ªedição,Lisboa:Marca,2004.

Retirado de:

http://www.cantoverde.org/150plantas/organizacao.htm

http://www.plantamed.com.br/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Loureiro

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: