Figueira

 

Figueira

Nomes populares:  Figos

Nome Científico: Ficus carica L.

Família: Moraceae

História:

Esta árvore existe em todos os continentes ,excepto da Antártica.É a primeira planta que a bibilia descreve quando Adão se veste com as suas folhas. A origem desta espécie vem do oriente. Os fenícios trouxeram para a Europa. Na antiguidade o figo era cultivado em todas as civilizações do mediterrâneo , incluindo os povos egípcios, judeus , gregos e romanos. Diante outos frutos secos , o figo era bastante consumido sobretudo quando os povos antigos do Médio Oriente e norte da África atravessavam o deserto, por ser rico em nutrientes e de ser fácil de conservar. Este fruto é sagrado para muitos povos religiosos como: Judeus,  faz parte dos sete alimentos que crecem na terra Prometida: Trigo, uva, figo, romã, oliva e tâmara. Maometanos , maomé jurou pelo figo e pela oliva na sura de 95 do corão.Budistas este fruto é venerado porque buda alcançou a sua revelação religiosa. Na Grécia o figo era um alimento importante que era proibido ser exportado.Arquéologos israelenses descobriram que o figo já era cultivado na Cisjordãnia há 11.400 anos e que no tempo neolítico era conservado e armazenado para consumo em épocas frias. No Egipto antigo o figo era usado como alimento do para engordar o ganso para produzir o foie gras ( o fígado de ganso gordo).  Também era utilizado para a preparar pães artísticos.Os faraós os  usavam para desenhados no seus símbolos e nas sua pirâmides Na Roma antiga, o gastrónomo Marcus Gavius Apicius introduziu a técnica de engorda do ganso. É rica me vitaminas A,B1,B2 e C.

Aplicações:

O infusão da casca, 30 a 40gr para 1 l de água, em gargejo, em doenças da garganta, e em chá para diarreias. O látex branco emprega-se nas verrugas da cara e em calos dos pés e mãos. Facilita as digestões. também se aplicam secos e cozidos em leite , como expectorantes para tosses, catarros e brônquites. O consumo dos figos é bom para a prisão de ventre. No uso externo aplica-se a cataplasma de figos secos , cozidos em água ou leite, sobre os abcessos e tumores. Os figos faziam parte de um xarope muito peitoral, onde se encontravam agriões e um pouco de açúcar mascavado, para quem se sentisse fraco fisicamente ou na convalescença de algumas doenças. Não é a conselhável aos diabéticos consumirem -na a não que o façam de forma moderada.

Partes Utilizadas:

Casca dos ramos novos , frutos (Figos), látex dos ramos e das folhas

Propriedades medicinais:

doenças de garganta, antidiarreíco, verrugas na cara, calos dos pés e mãos, digestivo, expectorante, Brônquites, tosses, prisão de ventre,abcessos, cancro, fortalecedor

Referência:

SALGUERIO, José  – Ervas,Usos e Saberes : Plantas Medicinais no Alentejo e outros  Produtos Naturais. 1ªedição,Lisboa:Marca,2004.

Retirado de :

http://www.plantamed.com.br/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Figueira#Hist.C3.B3ria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: